Buscar
  • Microdados

Sua política de Backup está adequada com a LGPD?



Independentemente do porte e do seguimento, as empresas e órgãos públicos contam com um turbilhão de informações e dados referentes a seus clientes, fornecedores, colaboradores e usuários para administrar.


Grande parte do volume desses dados são obtidos através de meios digitais. Entretanto, além de trazer inovação nesse sentido, a tecnologia também pode colocar em risco os dados sensíveis que fazem parte desse volume de informações.


Afinal, estes dados são altamente importantes para as empresas e os órgão públicos e o risco de danos em função da exposição ou vazamento dessas informações é imensurável.


Assim, a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD, foi criada no Brasil com o intuito de garantir a privacidade destas informações. Quer saber mais detalhes sobre essa Lei? Confira no artigo a seguir.


LGPD: o que é e como funciona

A Lei nº 13.709/2018 foi criada no Brasil após vários escândalos de vazamento de dados ocorrerem. Como por exemplo, o caso em que o Facebook forneceu informações de usuários para uma organização de marketing político. Esse vazamento foi o pontapé para que parlamentares de vários países criassem medidas como forma de proteger os dados.

Além disso, a nova legislação é baseada na GDPR, uma regulamentação europeia que usa os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade para estabelecer as regras sobre a coleta, armazenamento e compartilhamento de informações pessoais. A LGPD representa inúmeras mudanças para as empresas, principalmente para as áreas de Tecnologia da Informação e Marketing.


Clique aqui e conheça nosso portal de solução Back-up e Cloud

6 visualizações0 comentário